quarta-feira, 31 de março de 2010

Ricky Martin teria assumido ser gay a pedido do namorado

Segundo o site 'Miami Herald', o parceiro do cantor não aguentava mais viver escondido.

rickymartin Ricky Martin resolveu sair do armário e já começaram a surgir especulações sobre a verdade razão de o cantor ter assumido sua homossexualidade.

Segundo o site "Miami Herald", Martin atendeu, na verdade, um pedido de seu parceiro, um porto-riquenho, que não suportava mais viver escondido. "Ele estava cansado de se esconder e se sentir ameaçado por expor sua sexualidade", contou uma fonte.

fonte: EGO

A assumida Rosie O'Donnell pode substituir Oprah Winfrey na tevê americana

RosieODonnell O reinado de Oprah Winfrey está terminando, uma vez que a apresentadora já anunciou que esta será a última temporada de seu talk show.

Quem pode assumir o seu lugar, no horário, é a engraçadíssima e Lésbica assumida Rosie O’Donnell.

Rosie se reuniu com os produtores Dick Robertson e Scott Carlin, com quem já trabalhou no extinto “The Rosie O’Donnell Show”, que ficou seis anos no ar.

A previsão é que a comediante volte à tevê no lugar de Oprah em 2011. Rosie está namorando Tracy Kachtick-Anders desde o início deste ano.

fonte: Central de Notícias Gays

Morango sobre Dourado: 'A vitória dele foi um retrocesso'

A mineira contou que nem parabenizou o lutador pelo prêmio.

Angélica é cercada por fãs no hotel Angélica e Dourado se tornaram desafetos declarados durante o "Big Brother Brasil 10" e, ao contrário de alguns brothers que decidiram deixar as brigas para trás, a jornalista mineira não quer saber de fazer as pazes com o lutador. Em conversa com o EGO, na manhã desta quarta-feira, 31, a moça contou que nem parabenizou o ex-companheiro pelo prêmio e criticou sua vitória.

"A vitória do Dourado foi um retrocesso. Não o parabenizei, nem acho que ele mereceu ganhar. Nem sempre a maioria faz a coisa certa. Mas ele ter sido o vencedor não foi surpresa. Ele tem o perfil dos outros vencedores de BBB. Nunca uma mulher bonita e com garra ganhou esse programa", disse Angélica.

fonte: EGO

Guta Stresser apoia projeto de série gay

Tárik Puggina, Guta Stresser e Caesar Moura: madrinha de peso ‘Farme 40 Graus’ está sendo negociada com TV a cabo.

Guta Stresser virou uma das principais incentivadoras do projeto “Farme 40 Graus”, série que pretende retratar questões do universo gay tendo o Rio de Janeiro como cenário. Ela se encontrou com o produtor Tárik Puggina e o dramaturgo Caesar Moura para saber como está a negociação para que “Farme” vá ao ar em uma TV a cabo. “Já me sinto madrinha do projeto", brincou.

fonte: EGO

Gays de Porto Rico pensam em Ricky Martin como líder de causa

ricky_martin Depois que o cantor portorriquenho Ricky Martin assumiu sua homossexualidade nesta segunda-feira (29), alguns integrantes da comunidade gay de Porto Rico já pensam no artista como um possível líder da causa na ilha caribenha.

Mais cauteloso, o editor do site OrgulloBoricua.net, Mario Rodríguez, opinou em declarações à Agência Efe que talvez seja cedo para que Martin se junte a tipo de iniciativa, já que "acaba de sair do armário". "Há um setor que o quer como líder da causa. Há quem pretende que seja ativista", disse Rodríguez à Efe, cujo site serve para reunir a comunidade gay de Porto Rico, já que não há na ilha uma associação desse coletivo.

O editor da página disse que a orientação sexual do artista não era segredo há muitos anos em Porto Rico, mas opinou que "se trata de um processo pode levar anos". Segundo Rodríguez, o anúncio de Martin foi recebido de forma distinta na ilha, onde existe para ele uma atitude conservadora na classe política que destoa do sentimento do povo portorriquenho.

Pedro Julio Serrano, ativista de defesa dos direitos humanos e da causa gay em Porto Rico, mostrou também seu orgulho com a notícia de que Ricky Martin "saiu do armário". "Me sinto orgulhoso de que Ricky Martin anuncie que é um dos nossos. É um dia glorioso para as comunidades lésbica, gay, bissexual e transgênero de Porto Rico", afirmou.

Serrano ressaltou que o fato de que uma pessoa tão querida e reconhecida como Martin anunciar que é gay "dá esperanças a milhares de jovens que estão lutando para aceitar sua orientação sexual ou sua identidade de gênero".

O Comitê Contra a Homofobia e Discriminação se solidarizou também com as declarações do artista portorriquenho, além de reconhecer sua coragem "por dar um passo tão importante como aceitar publicamente sua orientação sexual". A organização pediu que os artistas de Porto Rico se solidarizem com seu colega e que tomem exemplo da atitude de Ricky Martin.

A iniciativa do cantor já foi aplaudida por seus companheiros de profissão atuantes na ilha, como o cantor René Pérez Joglar, o Residente da dupla de reggaeton Calle 13, que escreveu em sua página no Twitter que Ricky Martin é "muito mais homem do que muitos que dizem sê-lo".

Gilberto Santa Rosa, um dos cantores de salsa mais famosos de Porto Rico, disse que a decisão de Ricky Martin foi "muito valente". Já a cantora Olga Tañón, também nascida na ilha e vencedora de dois prêmios Grammy, mostrou seu respeito a Martin por seu "exemplo de coragem e determinação".

Ricky Martin assumiu sua orientação sexual em um texto postado em seu site oficial no qual diz que aceita sua homossexualidade "como um presente dado pela vida". Martin, que tem 38 anos e dois filhos gêmeos pequenos nascidos de uma gravidez de aluguel, disse ter alcançado a "serenidade" necessária para escrever suas memórias como uma ferramenta para se libertar de "coisas que vinha carregando há muito tempo" e se aproximar de suas "verdades".

fonte: Terra

Após vitória de Dourado no BBB, Grupo Arco-Íris reafirma: 'Ele é homofóbico'

'A vitória dele prova que ainda temos um país muito homofóbico', acredita a presidente da ONG, Gilza Rodrigues.

Marcelo Dourado ao centro, campeão do BBB 10, juntamente com os finalistas Cadu e Fernanda Marcelo Dourado ganhou o "Big Brother Brasil 10", mas não conseguiu reverter sua imagem com a comunidade gay. Procurado pelo EGO para comentar a vitória do lutador, o Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT lamentou que o gaúcho tenha sido escolhido como vencedor do reality e reafirma: "Acreditamos que ele é homofóbico".

"Dourado teve atitudes machistas e homofóbicas durante todo o jogo, mesmo assim foi aprovado popularmente. É triste. O lado positivo dessa história é que isso prova que ainda temos um país muito homofóbico", afirma a presidente da ONG, Geiza Rodrigues.

Apesar da afirmação de Dourado, que garante não ser homofóbico e, ao saber que alguns membros de sua torcida teriam feito ataques contra o site do grupo neste fim de semana, se defendeu dizendo que não tinha controle sobre a situação, o grupo não amenizou as críticas ao lutador.

Grupo Arco-Íris "É muito fácil falar que não apoia as atitudes da torcida, mas foi isso que o ajudou a ganhar o prêmio. Isso mostra a identidade que ele construiu. Quem são essas pessoas que apoiam ele? Hoje em dia, socialmente falando, é feio discriminar um gay... É óbvio que ele não ia admitir que tem algum preconceito. Fazer discurso é fácil!", analisa a representante do grupo.

'Tenho medo dele!', diz Miss Brasil Gay
Ava Simões, a Miss Brasil Gay 2009, também não apoiava o gaúcho no jogo e admite que não gosta do jeito dele, mas teve um discurso mais ameno. Na final, a torcida da transformista estava dividida entre Cadu e Fernanda, "companheira de profissão".

"Não gosto do Dourado porque ele sempre foi muito jogador na casa e eu fiquei chocada quando ele deu aqueles socos no jardim. Parecia um doido. Acredito que, por causa do jogo, ele não foi homofóbico, mas na frente dele eu não passo não. Tenho medo dele! Ele ia puxar minha peruca", diverte-se Ava, relembrando a situação que passou ao ser eleita como vencedora do Miss Gay.

fonte: EGO

Lésbica vítima de piadinhas processa comediante

Lorna Pardy alega ter sido discriminada em show de stand-up e pede US$ 20 mil de indenização

Lorna Pardy (à esq.): vítima de piadas infamesO caso da lésbica canadense que diz ter sido vítima de piadas infames em um show do comediante Guy Earle chega aos tribunais esta semana.

Em 2007, Lorna Pardy (na foto, à esq.) alega ter ido a um restaurante emVancouver para assistir à apresentação de comédia stand-up, quando ouviu comentários preconceituosos do humorista.

No processo contra Earle, Pardy pede uma indenização no valor de US$ 20 mil. Segundo Pardy, ela e a namorada foram vítimas de piadas que atacavam sua aparência, gênero e sexualidade.

Testemunhas disseram ter visto o comediante pegar o microfone e iniciar um ataque contra as duas mulheres no final do show. Earle teria chamado Pardy e sua namorada de “gordas, feias e lésbicas”. Já o comediante alega que o casal atirou bebidas nele.

A audiência está prevista para durar quatro dias.

fonte: Dykerama

Ricky Martin diz se sentir "mais forte do que nunca" após assumir que é gay

Ricky Martin O cantor porto-riquenho Ricky Martin agradeceu nesta terça-feira o apoio recebido um dia depois de anunciar ao público que é homossexual.

"OBRIGADO, minha gente! Sinto o carinho! Estou aqui, adorando suas mensagens. Eu estou muito bem. Mais forte do que nunca! Sigamos em frente", escreveu o músico, de 38 anos, em sua página na rede social Twitter.

O cantor de sucessos como "La Vida Loca" e "María" anunciou que é homossexual em uma carta divulgada em sua página oficial na internet e afirmou que a confissão foi parte de "um processo muito intenso, angustiante e doloroso, mas também, libertador".

A declaração de Martin provocou um congestionamento em seu site e até esta terça-feira continuava sendo reproduzido no Facebook, no Twitter e na imprensa hispânica um grande volume de reações de astros do mundo do espetáculo, que de forma unânime aplaudiram "a coragem", "a valentia" e "a honestidade" do cantor.

O cantor e compositor espanhol Miguel Bosé escreveu em seu Twitter: "querido Ricky, se é que é possível, a partir de hoje gosto mais ainda de você do que já gostava. Um homem e tanto. Abraços fortes".

A cantora mexicana Sasha Sokol, com quem Ricky Martin manteve um relacionamento após atuarem juntos na novela "Alcanzar una estrella", publicou que "não se trata de ser tolerantes ou intolerantes. Trata-se de respeitar a dignidade insubstituível de cada um. Quem nos atrair ou com quem decidirmos compartilhar nossa vida ou ir para a cama não deve ser tema de debate público".

O músico colombiano Juanes escreveu: "todo o meu respeito e carinho para ti, Ricky. Você é um cavalheiro".

Também no Twitter, a atriz Eva Longoria considerou Martin "inspirador e belo".

Em uma declaração intitulada "sobre a saída do armário de Ricky Martin", Jarrett Barrios, presidente da Aliança de Gays e Lésbicas contra a Difamação (GLAAD, na sigla em inglês), disse que "quando alguém como Ricky Martin sai do armário, centenas de milhões de pessoas agora têm uma conexão com um artista, uma celebridade e talvez o mais importante, um pai que é gay".

"Sua decisão de ser um exemplo de abertura e de honestidade pode levar a uma maior aceitação de incontáveis pessoas gays nos Estados Unidos, na América Latina e no mundo", destacou o ativista do movimento radicado nos Estados Unidos.

fonte: G1

Gays pedem que celebridades brasileiras sigam exemplo de Ricky Martin

A Associação Casarão Brasil Associação GLS, que reúne várias ONGs de orientação homossexual, comemorou nesta terça-feira a decisão do cantor porto-riquenho Ricky Martin de assumir sua orientação sexual e pediu que as celebridades brasileiras sigam o mesmo exemplo e também "saiam do armário".

"Graças a Deus Ricky Martin saiu do armário. Todo mundo já falava que ele era gay. É um alívio pessoal para quem assume. Na televisão brasileira temos muitos gays, mas nenhum assume como Ricky. Todos deveriam seguir o exemplo dele", disse à Agência Efe o presidente do movimento, Douglas Drummond.

Ricky Martín tornou pública sua orientação sexual em comunicado divulgado na segunda-feira em seu site: "me sinto abençoado por ser homossexual".

"Acho que isso tudo é preconceito do mercado publicitário. Na televisão brasileira não é permitido beijo entre dois homens ou mulheres, sabendo que existem inúmeros escritores, diretores e atores gays. Isso nos leva à conclusão que é o patrocinador quem impõe essas condições", apontou Drummond.

O ativista disse que "no cinema quem manda é o diretor, no teatro o ator, mas na televisão é o patrocinador. Temos apresentadores gays e o caso de Ricky demonstra que em todas as esferas da sociedade, em todas as famílias, existem gays".

"Em uma cidade pequena, quando um filho assume que é gay ou uma filha adolescente fica grávida, todo mundo esconde o fato, porque sempre vão falar mal de nossos filhos. Mas se tivermos coragem de assumir, ninguém falará mais nada. Ricky deixa uma mensagem que independentemente de sua orientação continuará com sua música, que já encantou o mundo inteiro", ressaltou.

Casarão Brasil criou a primeira Câmara de Comércio de LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis), cujo lema é "Vamos tirar o mercado do armário", que tem no turismo um dos principais setores de faturamento.

A criação de delegacias especializadas no atendimento policial de delitos e crimes contra os homossexuais como existem para as mulheres e menores e a criação de albergues para a população homossexual que vive na rua, são algumas das metas do movimento.

"Com atitudes como as de Ricky Martin, seguidas por outras celebridades que saiam do armário, como o nosso Cazuza, o apoio da sociedade a toda nossa luta e ao trabalho social será mais enriquecido", manifestou o ativista Renato Fortes, quem faz parte do Parada Orgulho Gay de São Paulo.

Cazuza (1958-1990), um dos símbolos do rock brasileiro, assumiu que era gay durante um show e a relação com o também cantor Ney Matogrosso, para depois se transformar em um lutador contra a aids, doença que contraiu e o levou à morte quando tinha 32 anos.

fonte: G1

Está mais do que na hora, desse povo sair do armário. Chega de hipocrisia. O negocio é ser feliz, o resto é bobagem...

“Filha” de Cher muda de sexo e agora quer mudar de nome

Ela pediu à justiça a mudança do nome feminino para masculino

chazbono3 A escritora, ativista e estrela de reality show Chastity Sun Bono está pedindo a justiça a mudança de nome e gênero.

Aos 41 anos, ela fez uma petição para poder adotar um nome masculino que já usa hoje: Chaz Bono.

O médico de Chaz forneceu uma declaração informando que ela passou por uma operação de mudança de sexo, ano passado.

Detalhes do tratamento não foram divulgados. Não se sabe, por exemplo, se o médico fez o implante de um pênis.

Chaz considerou a mudança de nome e gênero "a melhor decisão" que já tomou na vida.

fonte: Toda Forma de Amor

‘Não sou homofóbico de jeito nenhum’, afirma Dourado em coletiva

O lutador pretende investir parte do seu prêmio milionário no conforto da família.

Dourado, vencedor do BBB10 Vencedor da décima edição do "Big Brother Brasil", Dourado negou em conversa com os jornalistas, na noite desta terça-feira, 30, que tenha preconceito contra os homossexuais. “Não sou homofóbico de jeito nenhum. Só soube disso no momento em que eu sai. Lá dentro era um jogo. Jamais pratiquei qualquer tipo de violência contra os gays.”

O lutador completou o tema, dando a sua opinião sobre um grupo de seguidores que tem usado seu nome para declarar guerra aos coloridos: "Jamais pratiquei qualquer tipo de violência contra os gays. Podem torcer por mim e citar várias coisas. Não posso comentar o que os outros fazem. Sou responsável pela minha índole. Não sei sobre o que isso se refere."

Em relação ao prêmio de R$1,5 milhão, Dourado disse que pretende dar uma vida melhor à família. “O dinheiro, eu vou investir. Quero dar alguma coisa boa para os meus irmãos. Quero uma casa, pois eu nunca tive. Vivia de aluguel, quero ir para outro lugar. Devo tudo a minha família, aos meus professores de escola e tudo mais. Tudo o que sou de valores, devo a eles.”

Os três finalistas: Cadu, Dourado e Fernanda
Sobre o futuro, o novo milionário pretende continuar morando no Rio: “Sou filho de Porto Alegre, tudo meu está lá. Quero visitar a minha família. Mas vou continuar morando no Rio, meu futuro profissional está aqui”, afirmou.

fonte: EGO

Lady Gaga pode interpretar tema de novo filme da série '007'

A informação foi divulgada pelo tablóide britânico “The Sun”

lady-gaga 2 Lady Gaga pode interpretar a nova música da franquia “007”. De acordo com o tablóide britânico “The Sun”, a cantora estaria cotada para escrever e cantar a música tema do próximo longa que conta a história do famoso agente.

"A produção da franquia é grande fã de Gaga. O som e a noção de interpretação fazem com que ela seja uma boa escolha e ela é uma grande compositora também. Isto será perfeito em todos os níveis", revelou uma fonte próxima.

A decisão em convidar a popstar foi tomada em uma recente reunião. Daniel Craig deve interpretar James Bond e o filme pode ganhar versão em 3D.

No último filme de 007, intitulado “Quantum of Solace”, chegou a ser cogitado o convite para que Amy Winehouse compusesse e interpretasse a canção tema. Mas, sua proximidade com as constantes polêmicas relacionadas com a bebida, a afastou da possibilidade. No longa “007 Day Another Day”, Madonna foi que embalou a música tema. Alicia Keys também já soltou a voz pela franquia.

fonte: Revista Quem

Psiquiatra defende transexualidade como doença, em debate com travestis

710554Realizado entre os dias 24 e 25/03, quarta-feira e quinta-feira respectivamente, o Seminário "Transexualidade, Travestilidade e direito a saúde", evento organizado pela Comissão de Cidadania e Reprodução (CCR), debateu a inclusão dos homens trans, o direito ao tratamento pelo SUS por parte das/os transexuais, autonomia sobre o corpo e a despatologização da transexualidade.

O que é inclusão das travestis e das transexuais? Essa pergunta serviu de mote para a realização de debate sobre políticas públicas. Janaina Lima, ativista transexual de Campinas pelo grupo Identidade, se apresentou como profissional do sexo e logo justificou. "Poderia dizer aqui que sou pedagoga, mas boa parte da minha vida vivi como isso (profissional do sexo)". Em seguida  Janaina afirmou que o movimento não está conseguindo "debater" a questão trans.

A ironia marcou a fala de Janaina. Depois de cobrar o movimento LGBT, ela pediu aos presentes que não a levassem muito a serio. "Já que eu estou no Cid (Código Internacional de Doenças), sou uma doente, posso falar qualquer coisa". A plateia riu. Falando sério, Janaína chamou, mais uma vez, a atenção para o fato da questão trans estar focada no silicone. "A nossa saúde se resume a isso?", perguntou.

A ativista de Campinas bateu também nas políticas que trabalham com a "inserção" das travestis e transexuais. "Eu estive a vida inteira na rua, no meio das pessoas, não estava inserida na sociedade?", questionou. Depois, ela criticou a higienização que há nesses projetos ao dizer que alguns programas pedem para que as meninas se vistam "adequadamente". "Quer incluir a travesti?", pergunta Janaina, "aceite como ela é".

Daniela Murta, membro da comissão de psicologia e diversidade sexual do Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro, afirmou que "não há funcionários a altura da demanda TT para o tratamento". Para Daniela há uma "necessidade de capacitação de funcionário e que o Estado disponibilize mais profissionais da saúde".

A técnica em enfermagem Fernanda Benvenutty, da Associação de Travestis da Paraíba (Astrapa), também se apresentou como profissional do sexo, mas revelou que não cobra "nada". Novamente a plateia caiu na risada. Pegando carona na fala de Daniela, Fernanda disse que se hoje existe a "bombadeira" - pessoa que injeta silicone, em geral industrial, para moldar seios e quadril de travestis - é por conta da "falta de política pública para as travestis" e que estas têm "o direito de mudar o corpo se assim o quiserem".

Benvenutty também criticou o fato de pessoas quererem buscar a diferença entre travestis e transexuais. "Sabe onde está a diferença entre TTs? Está no Cid".  No hall de críticas, Benvenutty disse que a palavra vulnerabilidade serve para mascarar preconceito das instituições que tratam com essa demanda. "Para a saúde nós somos um grupo de risco".

Os médicos e as vaias
O momento que mais gerou tensão entre debatedores e participantes foi quando o psiquiatra Dr. Alexandre Saadeh defendeu o CID e o tratamento por dois anos para se comprovar se o paciente é "transexual de verdade". Em dado momento, Saadeh afirmou saber quando um paciente é ou não transexual. Boa parte da plateia vaiou o médico.

Berenice Bento, autora do livro "O que é transexualidade", rebateu os argumentos do psiquiatra. "Por que as transexuais têm que passar pelo psicólogo? Por psiquiatra?". Para a socióloga o protocolo que obriga as TTs a passarem por uma junta médica é "abuso de poder".

Ativistas presentes disseram que as transexuais devem ter direitos e reconhecimento de suas identidades de gênero sem a necessidade de cirurgia. Para o ativista argentino, Mauro Cabral, que é homem trans, "a cirurgia não pode ser acesso a cidadania". Fernanda Benvenutty também rebateu esses argumento. "Quem define o que sou, sou eu e não os médicos".

fonte: A Capa

No 'BBB' que levantou a bandeira gay, os "machões" venceram

por Danilo Saraiva

logo-bbb Nunca na história do nosso País, como diz o presidente Lula, um reality show mostrou, com tanta profundidade, a relação humana da forma como o Big Brother Brasil 10. Nesta edição, a bandeira das minorias foi a da vez, levantada e fincada num pedestal. Passaram pela "casa mais vigiada do Brasil" - bordão do apresentador-tigrão-poeta Pedro Bial -, três homossexuais assumidos, alguns cujos nomes já circularam na boca dos assíduos de afamadas baladas gays do Rio e São Paulo e outros que, talvez, ficarão dentro do armário pro resto da vida.

Tais participantes logo serão esquecidos e, ao contrário dos novos milionários - como foram Rafinha, Mara, Max -, cairão no ostracismo ou tentarão a vida participando de quadros sensacionalistas da TV brasileira. Mas se oBBB conseguiu dialogar com as minorias sexuais, foi também palco para guerras sociais, travadas entre belos e feios, magros e gordos, sarados e flácidos. Um campo de batalha propício para a supremacia da intolerância.

No circo televisivo às avessas, com o passar do tempo as alegrias foram transformadas em mágoas e as máscaras, aos poucos, caíram. Com elas no chão, os "brothers" mostraram suas reais caras - isso para quem acredita que a brincadeira não é arquitetada ou, como dizem os céticos, manipulada.

Jogador genial, Marcelo Dourado sagrou-se vencedor na edição mais memorável do 'Big Brother Brasil' O tão sonhado e apregoado R$ 1,5 milhão pesou na consciência de cada um, como se a disputa pelo prêmio fosse o gatilho, a porta de entrada para o show de horrores que se configura a humanidade. E, embalados pela onda permissiva do reality, a teleplateia, cansada de suas repressões sociais e do chato politicamente correto, também perdeu, junto, suas máscaras após dez anos.

Nas primeiras seis edições do programa, invariavelmente, o bonzinho sagrava-se vencedor, como o que inaugurou a "dinastia", Kleber Bambam, que chegou ao Olimpo do BBB acompanhado de sua boneca-cabide improvisada, em 2002.

A partir da sétima edição, o fim da era jedi se configurou e os espertinhos (mauzinhos? danadinhos?), começaram a crescer e aparecer. A vitória do polêmico Diego Alemão, em 2007, é prova disso.

O ápice do "faça a guerra, não faça o amor" acontece com a ascensão do lutador de vale tudo e jiu-jitsu, Marcelo Dourado. Um brother eliminado em seu primeiro paredão, na oitava semana do BBB 4, que voltou por uma obra da sorte e jogou tão bem a ponto de ser encarado pelo público como homem verdadeiro, cujas derrotas na vida (e não no ringue) lhe fizeram vencedor.

Nos 78 dias de confinamento, Dourado teve atitudes que, se não tivessem sido milimetricamente arquitetadas, seriam encaradas como um típico quadro de esquizofrenia. Brigava quando estava no limite, mas sempre se "arrependia" e pedia desculpas. "Pai, perdoai-os, eles não sabem o que fazem". Tal frase foi citada, com suas devidas modificações, por Pedro Bial, quando El Douradon proferiu a pérola "hétero não pega aids", repercutida em páginas e páginas de jornais e, depois de muita ladainha, resultou num pedido formal de esclarecimentos do Ministério Público. Resumidamente, Dourado quis dizer que se um homem tem o vírus HIV, com certeza já teve uma relação sexual com outro em algum momento da vida. Declaração irresponsável, especialmente quando, afirmam as estatísticas da Organização Mundial de Saúde, mais mulheres e jovens - heterossexuais - estão contraindo a doença porque não se protegem adequadamente durante as relações sexuais.

A pouca informação de Dourado segue o estigma da aids, amplamente espalhado nas décadas de 1980 e 1990, quando o vírus era vulgarmente - e bote vulgar nisso - conhecido como "doença de viado". O lutador afirma que tal informação veio de um conhecido médico. Ao soltar a grosseria, a polêmica virou-se para seu lado, de forma positiva. Com pobres palhaços de circos expostos a ponto de falarem o que desejam, sem o mínimo veto da emissora que os colocou no ar em rede nacional, a plateia estava à vontade. Conseguia, enfim, se expressar diante de um mundo cada vez mais colorido e ameaçador. O que aconteceria dali pra frente? Onde ficaram os valores religiosos? E a família brasileira?

Dourado reverteu esse jogo. Mostrou que o mundo não era tão aberto como se pensava. Foi herói (como a maioria deles, contraditório), pois agradou gregos e troianos. De filhos a avós. Foi genial. Dentro da casa, seu preconceito foi revertido em tolerância - exceto quando explodia. Cabe lembrar.

Serginho e Dicesar: os coloridos da casa Mas o lutador tinha total consciência de seus atos. Pedia perdão porque sim, lhe convinha. Fez amizade com Serginho e Dicesar porque seus colegas de confinamento os aceitavam, numa boa. Mais ainda, o público também poderia aceitá-los. Obviamente, ele sabia que nadar contra a maré seria sua morte no programa. Deveria agir na defensiva, mas jogando. Essa é a mensagem principal: jogar, sem que ninguém perceba.

Por sua vez, os gays da casa estavam longe de agradar o público padrão. Afeminados, falavam de sexo sem meias palavras, davam selinhos, citavam gírias afetadas, desconhecidas por grande parte dos espectadores - e justamente por isso despertavam o ódio até mesmo dos seus companheiros dentro e fora do armário, que não gostavam de serem retratados daquela forma. Era a confirmação de um preconceito.

A grande vitória dessa edição é que o Big Brother Brasil 10 tornou-se um espelho da sociedade brasileira. Caetano Veloso estava certíssimo ao escrever, na letra de Sampa, que "Narciso acha feio o que não é espelho". Os narcisos finalmente se viram retratados no reality show mais assistido do Brasil. Dar "aquela espiadinha" funcionou como terapia. No mundo perfeito da casa do BBB, todo mundo diz o que pensa. Alegria para os dois lados: o da Globo, que conseguiu renovar uma franquia que já estava para lá de gasta, e o da sociedade, que ao contrário do que se pensava, não se distanciou muito da Idade Média. Que pesquisa de campo, que nada. O melhor termômetro da podridão humana é o BBB!

fonte: Terra

terça-feira, 30 de março de 2010

30 Seconds to Mars também regravou "Bad Romance", da Lady Gaga

30 seconds to marsJared Leto e seus companheiros do 30 Seconds to Mars estão na mesma onda de Hayley Williams, Claudia Leitte e Pitty e também postaram na web a versão que fizeram de "Bad Romance", hit de Lady Gaga.

A band a preferiu dar um clima mais melancólico à música,  originalmente dançante, e diferente da vocalista do Paramore que só cantou um trechinho, o 30 Seconds to Mars fez o cover inteiro.

Numa rápida visita ao YouTube é possível ver diversos artistas, uns famosos e outros nem tanto, que também postaram suas versões de "Bad Romance" para apreciação do público.

Confira o 30 Seconds to Mars tocando "Bad Romance":

fonte: Cifra Club News

Câncer faz hospital nordestino amputar cerca de 100 pênis por ano

Falta de higiene é principal causa para surgimento do temido tumor peniano

No Brasil, mil pênis são amputados todos os anosEm média, 100 pênis são amputados todos os anos em um hospital do Nordeste. O número, que representa oito cirurgias deste tipo todos os meses, foi apresentado pelo urologista Jolberto Gonçalves Carvalho, membro da Associação Piauiense de Combate ao Câncer. O profissional atende no Hospital São Marcos, na capital Teresina, e é entusiasta de campanhas educativas que visem a prevenção do câncer de pênis.

De acordo com Carvalho, a alta incidência de tumores penianos no estado poderia ser evitada por meio de hábitos simples de higiene íntima. Ainda de acordo com o médico, a faixa etária na qual mais se percebe este drama é entre 50 e 60 anos, mas ele relata já ter feito cirurgia para extrair o órgão genital de um jovem de apenas 26 anos.

"São pessoas, em sua maioria, da zona rural, analfabetas ou semianalfabetas. O que me causou admiração também foi o fato de 70% desses pacientes serem casados", relata.

Para Emmanuel Fontes, presidente da Sociedade Teresinense de Urologia, homens que têm fimose esquecem que a pele sobre a glande pode acabar dificultando a limpeza correta do pênis.

O câncer de pênis corresponde a 2% dos tumores malignos surgidos em homens de todo o Brasil. É uma das taxas mais altas do mundo. Em âmbito nacional, tumores deste tipo provocam cerca de mil amputações penianas todos os anos.

fonte: Mix Brasil

Reino Unido: Militar de elite casa-se com namorado

Militar gay membro da prestigiada Household Cavalry britânica casa-se com aprovação dos superiores

Lance Wharton: casamento gay numa boa Enquanto nações como Brasil e Estados Unidos discutem a aceitação de gays assumidos nas Forças Armadas, o Reino Unido dá uma aula de respeito aos direitos dos homossexuais. Um membro da unidade militar de elite do país casou-se recentemente com seu namorado, contando com felicitações por parte de seus superiores.

Lance Corporal James Wharton, 23 anos, faz parte da Household Cavalry, grupo das Forças Armadas britânicas que tem o objetivo de oferecer segurança a líderes de Estado em visita ao país e a oficiais de alta patente. Para você ter uma ideia do quanto o grupo é prestigiado, os príncipes Harry e William fazem parte dele.

De acordo com o "Daily Post", a cerimônia de casamento entre Lance e Thom McCaffrey, 21 anos, contou com a presença de colegas de farda do militar. "Quando pedi ao líder do esquadrão, major Nana Twumasi-Ankrah, a permissão para me casar, ele apenas disse: 'Isso é fantástico! Parabéns!'".

Ainda segundo Lance, todos os homens de seu regimento ficaram entusiasmados com a notícia. "Eles brincaram dizendo que seria o evento gay do ano. Meu casamento foi o assunto na caserna", conta o noivo.

O Reino Unido prevê os mesmos direitos garantidos aos héteros.

fonte: Mix Brasil

Teóloga concorda com Elton John e diz que Jesus era gay

Para estudiosa britânica Myra Poole, Cristo foi gay para vivenciar sua condição humana

Myra Poole (ao centro): "Penso que Cristo era gay" Uma teóloga inglesa jogou gasolina em cima do incêndio sobre a sexualide de Jesus Cristo criado pelo cantor Elton John. Membro da congregação católica Notre Dame de Namur, Myra Poole participou na última semana de uma conferência sobre religião em Portugal e gerou bafafá ao dizer que, assim com Elton John, também acredita que Cristo era homossexual.

"Penso que Cristo era gay. Porque era da natureza de Cristo escolher aquilo que seria mais difícil quando se tornou humano. E ser gay é, para um homem, uma das orientações mais difíceis de assumir", disse.

Poole é conhecida por suas críticas ferrenhas ao Vaticano e por militar pela ordenação de mulheres. Ex-anglicana e convertida ao catolicismo durante a juventude, ela chegou a ser ameaçada de excomunhão em 2001 por sua luta em prol da igualdade de gênero dentro da hierarquia da Santa Sé.

Mas a teóloga feminista deu provas de que a perseguição não foi suficiente para aplacar sua luta. Além de revelar ter pena de Bento 16 por ele estar "preso a uma cultura que não faz bem ao Vaticano", Myra Poole contraria alas conservadores ao afirmar que a homossexualidade é obra divina: "Se as pessoas são homossexuais, é porque Deus as fez assim, está certo. Quem sou eu para dizer que Deus fez toda a gente hetero? Deus pode fazer o que quiser".

fonte: Mix Brasil

Ator pornô de filmes “bareback” morre aos 25 anos

Astro de produções do pornô gay gringo, Chad Noel morre em decorrência do HIV

chad-noel O ator pornô Chad Noel morreu na última semana em decorrência de complicações causadas pelo HIV. Ele ficou famoso no mercado do cinema adulto gay graças a ótimas atuações que fazia sob os pseudônimos Kyle Young e Donny Price. Uma das produções mais comentadas de que Noel participou foi "Every Poolboy’s Dream", da produtora Cobra.

Aparecendo ora loiro, ora moreno, o rapaz era bastante conhecido pelas cenas de sexo envolvendo golden shower, fetiches dos mais diversos e pela quantidade de filmes bareback de que participou. Chad fez parte também de uma produção que virou polêmica por trazer o astro Brent Corrigan, que na época era menor de idade e falsificou documentos para poder filmar.

A morte de Chad Noel reacende o debate sobre filmes pornôs feitos sem uso de camisinha. Produtores como a britânica Icreme há alguns anos abriram mão de produções bareback com o intuito de proteger seus atores e estimular a prática do sexo seguro.

fonte: Mix Brasil

Índia: Garotos de programa se organizam para combater abusos e HIV

india-flag_3 Garotos de programa de Mumbai, na Índia, estão se organizando para fazer frente ao contágio pelo HIV e contra os abusos cometidos por policiais.

A cidade, que tem 148 pontos de prostituição masculina, conta com atividades da ONG The Humsafar Trust, entidade que defende os direitos dos rapazes que ganham a vida fazendo sexo com outros homens.

Esclarecimentos sobre riscos decorrentes do não uso do preservativo e ensinamentos sobre direitos humanos estão entre as atividades desenvolvidas pela ONG. Desde que a Humsafar Trust iniciou suas atividades, a rotina dos garotos de programa mudou.

A afirmação foi feita por Ramesh, 28 anos, que se prostitui desde os 18. "Antes a polícia abusava muito mais de nós. Agora, como se dão conta de que conhecemos nossos direitos, nos respeitam mais. Muitos também são clientes", disse.

miche indianoRamesh contou ainda que coordena um grupo em que vários acompanhantes masculinos permanecem conectados um ao outro através do celular. É uma forma de proteger aqueles que eventualmente estejam em apuros.

"Aqueles que exercem a prostituição por razões financeiras, porque precisam sustentar suas famílias. Agora eles estão mais protegidos, se sentem menos frágeis e mais fortes", disse Ashok Row Kavi, fundador da The Humsafar Trust.

fonte: Central de Notícias Gays

Filho do presidente Lula compara São Paulo F.C. a um bando de gays

Luís Claudio Lula da Silva Auxiliar de preparação física do Corinthians, Luís Claudio Lula da Silva, o Lulinha, causou revolta em torcedores do São Paulo no Twitter. O filho do presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, escreveu uma mensagem fazendo piada com o time do Morumbi e depois pediu desculpas.

Curiosamente, Lulinha iniciou sua carreira no futebol exatamente no São Paulo, em 2007, quando trabalhou na equipe sub-17. Mesmo assim, não se privou de postar um comentário polêmico por volta da meia-noite (horário de Brasília) desta terça-feira.

"Olha contaram uma piada p mim.. eu nao achei graça mas vou passar: Amanha tem Monterrey contra um monte de gay... que pecado rs rs (sic)", escreveu, em referência à partida desta quarta-feira entre São Paulo e a equipe mexicana, válida pela Copa Libertadores.

Desde então, o auxiliar do Corinthians recebeu inúmeras mensagens de são-paulinos irritados e vem tentando evitar maiores polêmicas. "Não entendi a ira de alguns comigo. Não fui eu quem fiz a piada", defendeu-se ele, argumentando ainda que "todos estamos sujeitos a erros".

Perfil no Twitter do filho de Lula, que passou as últimas horas se desculpando com são-paulinos
Já ciente de que seus comentários sobre o São Paulo ganhariam espaço na imprensa, Lulinha ainda concluiu: "agora me fizeram Refletir... pq minhas piadas dao midia e as de uns diretores de outros times nao? (sic)".

fonte: Terra

Chile: Contrariando promessas de campanha, novo presidente descarta união gay

Sebastian PineraCarolina Schmidt, ministra do Serviço Nacional da Mulher do Chile, disse em entrevista a imprensa chilena que não está nos planos do governo Piñera (presidente recém empossado) aprovar o matrimônio gay.

A ministra foi entrevistada pela revista "Qué Pasa", que fez inúmeras questões a respeito da família. Questionada como ela vê a família hoje, Carolina afirma que a família "não é mais aquela dos anos 60, que era composta por mamãe, papai e os filhos. Hoje muitas mulheres são as chefes de família".

A revista pergunta a ministra se em sua definição para família, cabe as uniões homossexuais. "Quero ser bastante clara em dizer que o matrimônio, por essência, é entre um homem e uma mulher. Por esse motivo, não está nos planos do governo incluir uma reforma dessa natureza", disse Carolina Schmidt.

Vale lembrar que o atual presidente chileno, Sebastián Piñera, quando candidato fez propaganda com casais gays e declarou que iria levar o debate das uniões homossexuais ao parlamento. À época o movimento gay do Chile lançou manifesto com desconfiança do candidato, visto que ele faz parte da ala conservadora da política chilena.

fonte: A Capa

DF: Conselho Regional de Medicina acata denúncia de maus-tratos de médicos contra sargento gay

sargento Laci Araújo O Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal acatou a denúncia de delitos éticos feita pelo assumido sargento Laci Araújo contra 18 médicos militares.

Segundo o ex-sargento e companheiro de Laci, Fernando Alcântara, esta é a primeira vez que os conselheiros do CRM acatam uma denúncia de forma unânime contra tantas pessoas, de uma só vez.

Fernando relatou ao G Online que os médicos militares maltrataram seu companheiro durante vários anos por já saber que os dois viviam um relacionamento homossexual. A primeira denúncia foi feita por Laci, que tem diagnóstico de epilepsia, em 2006.

Após o casal sair do armário perante toda a nação ao estampar a capa da revista Época e dar entrevista à RedeTV!, em 2008, Laci passou 58 dias detido em uma prisão e 19 dias retido em um hospital. Nesse período, o sargento teria sido torturado, segundo a denúncia.

Segundo o parecer do CRM do Distrito Federal, os médicos militares agiram como “militares médicos”, colocando a medicina em segundo plano em relação aos interesses de sua instituição [o Exército].

O conselho deverá ouvir agora o sargento Laci, os acusados e as testemunhas, antes da decisão definitiva, que deverá ocorrer só no final deste ano. Caso sejam punidos, os médicos ainda poderão recorrer ao Conselho Federal de Medicina.

fonte: G Online

Segundo pesquisa, 50% dos americanos votariam em um gay para a presidência

Ministros de Estado e da Suprema Corte também teriam apoio da maioria. Levantamento indicou divisão maior entre conservadores e liberais.

Metade dos norte-americanos afirmou em uma pesquisa que poderiam apoiar um candidate assumidamente homossexual à presidência de seu país.

O levantamento, encomendando pela revista Vanity Fair Magazine e pelo programa 60 Minutes, consultou 967 pessoas em todas as regiões do país entre os dias 26 de fevereiro e 1.º de março.

Além dos 50% favoráveis a um presidente gay, a pesquisa também apontou que uma percentagem um pouco maior não vê objeções na homossexualidade de um presidente da Corte Suprema nem de um secretário de Estado, que contaria com apoio de 56% dos entrevistados.

No meio esportivo, os americanos se mostraram mais liberais: 66% apoiariam um diretor em seu time de beisebol ou um quarter-back na equipe de futebol americano que se assumissem gays. Uma Miss America gay teria apoio de 56%.

Por outro lado, o levantamento também apontou uma divisão cada vez mais acentuada entre liberais e conservadores na sociedade norte-americana. Um terço dos americanos consultados afirmou que apóia o movimento “Tea Party”, composto por um grupo de ativistas de direita que organiza diversos protestos pelo país contra medidas do governo de Barack Obama.

Os 33% afirmaram que o Tea Party é o começo de uma revolução necessária, enquanto outros 15% afirmaram que eles são muito extremos para serem levados a sério.

O presidente Barack Obama obteve um considerável apoio da comunidade gay em sua eleição para presidente em 2008 por causa postura mais liberal em assuntos relacionados às causas homossexuais.

fonte: G1

Lady Gaga e Elton John voltam a se apresentar juntos pela preservação de florestas

gaga elton Após o tão comentado dueto de Lady Gaga e Elton John no Grammy Awards, realizado no final de janeiro, em Los Angeles, os dois ícones da comunidade LGBT estarão juntos novamente, agora para um show beneficente promovido pela Rainforest Conservation Fund.

A instituição, que comemora 21 anos, luta pela preservação das florestas tropicais, e atua em diversos países, inclusive no Brasil. A entidade foi criada pelo cantor Sting, que também fará uma apresentação no show, e por sua mulher Trudie Styler.

Com o nome de Sting e Amigos, o evento será realizado no dia 13 de maio, no Carnegie Hall, em Nova York.

fonte: G Online

Estudo mostra que índice de contaminação por HIV na capital dos EUA é alto

aids2 Um estudo feito em Washington D.C. revelou dados preocupantes da capital norte-americana. A pesquisa apontou que 14% dos HSH (homens que fazem sexo com homens) na cidade possuem o vírus HIV, ao contrário dos 3% do resto da populaçãoadulta do local.

O índice de contaminação entre negros HSH é de 25%, três vezes maior que o índice entre os HSH da cor branca e que participaram do estudo (8%).

Ao contrário do que se poderia imaginar, os jovens usam mais preservativos e têm menos parceiros sexuais que os mais velhos.

No entanto, um relatório que acompanha o estudo aponta que os números são surpreendentes, mas que são mutáveis.

Segundo o prefeito Adrian Fenty, “este estudo mostra que temos mais trabalho a fazer para combater o HIV e a aids entre homens que fazem sexo com homens”.

fonte: Cena G

segunda-feira, 29 de março de 2010

BBB: Jornalistas viram alvo de ameaças de torcedores de Marcelo Dourado

Jean WyllysUm grupo de torcedores de Marcelo Dourado, participante da décima edição do reality show global Big Brother Brasil, está preocupando alguns jornalistas e blogueiros que se posicionaram contra atitudes do lutador, que vem sendo criticado por declarações consideradas homofóbicas.

Dizendo-se membros da chamada "Máfia Dourada", torcida que conta com site e comunidade em sites de relacionamentos, alguns internautas chegaram a ameaçar de morte quem, na visão deles, está prejudicando seu “mestre”, forma como se referem a Dourado.

O G Online conversou com a blogueira Susan Mello e o escritor e jornalista Jean Wyllys, vencedor da quinta edição do Big Brother Brasil, que relatam serem vítimas dessas ameaças virtuais. Ambos demonstram preocupação com a reação extremada que o participante vem despertando em muitas pessoas fora da casa. Para eles, o preconceito desses radicais é muito maior do que aquele que alguns acreditam que o lutador tenha.

"As pessoas estão perdendo a medida da coisa”
Jean Wyllys relata que as ameaças começaram após a publicação de dois artigos em que analisa o papel de Dourado dentro do jogo e os motivos do lutador se configurar como o favorito a ganhar o prêmio de R$ 1,5 milhão. Em um dos artigos, chamado "As Cores da Casa", Jean diz que “Dourado tornou-se o porta-voz da ordem heterossexual que se sente ameaçada pela presença dos ‘coloridos’ e dos que simpatizam com eles”. Em outro artigo, chamado "Autoridade Dourada e Fascista", Jean discorre sobre como esta edição do BBB teria suscitado o desejo da maioria por autoridades perversas.

“A partir daí comecei a sofrer ameaças de gente dizendo que ia me matar e que era para eu parar de falar mal do ‘mestre’ deles”, diz Jean. Apreensivo, relata que pela primeira vez, desde que lançou o blog, há três anos, teve de aplicar a moderação nos comentários. “As pessoas estão perdendo a medida da coisa”, avalia.

Jean salienta, entretanto, que não se pode culpar os idealizadores da chamada "Máfia Dourada" pelas ameaças, pois nada comprova que sejam eles que as estejam fazendo, “mas torcedores de Dourado estão ameaçando sistematicamente e assinando como se fizessem parte da Máfia”, afirma.

"Se eu te encontro, te encho de tiro”
Susan Mello Já Susan Mello, que está à frente do blog De Cara Pra a Lua, conta que chegou a "comprar a ideia" de que Dourado vinha para este BBB como uma pessoa “regenerada”, diferente do que aconteceu no BBB 4, edição da qual ele também participou e que lhe gerou uma fama de "bad boy". “Comecei a questionar a postura de Dourado a partir da declaração que ele fez sobre homem hétero não pegar aids”. Susan diz que, depois disso “a torcida dele veio para cima”.

A jornalista conta que chegou a receber um e-mail dizendo: “Se eu soubesse onde você mora, eu ia aí te encher de porrada”. Outro dizia: “Se eu te encontro, te encho de tiro”.

Tanto Susan como Jean concordam com a tese de que muitas pessoas, de todas as idades e classes sociais, viram em Dourado um canal para expressar o preconceito. “Com a presença dele na casa, as pessoas passaram a se sentir livres para dizer que não gostam de homossexuais”, arrisca Susan.

fonte: G Online

Ricky Martin assume homossexualidade

"Aceito minha homossexualidade como um presente que a vida me deu", afirmou

ricky martin Ricky Martin postou em seu Twitter nesta segunda-feira (29) o link para um texto em que assume sua homossexualidade.

"Hoje aceito minha homossexualidade como um presente que a vida me deu. Me sinto orgulhoso de ser quem sou", escreveu ele.

"Se me perguntarem do que tenho medo, eu responderia que  do sangue que corre nas ruas dos países em guerra, da escravidão sexual infantil, do terrorismo. Mas medo da minha natureza, da minha verdade? Não mais. Ao contrário, estas me dão valor e firmeza. É exatamente o que necessito para mim e para os meus, ainda mais agora que sou pai de duas criaturas que são seres de luz. Preciso estar a altura", contou ele.

"Seguir vivendo como estou hoje seria ofuscar indiretamente o brilho puro com o qual meus filhos nasceram. Chega! As coisas tem que mudar! Estou certo de que isso não poderia acontecer a 5 ou 10 anos atrás. Isso aconteceu hoje. Hoje é o meu dia, meu tempo, meu momento", completou.

"Me sinto livre e quero compartilhar. Muita gente me disse que não era importante fazer isso. Como os conselhos vinham de pessoas que eu amo, decidi seguir adiante com minha quase verdade. Muito mal. Deixei-me seduzir pelo medo foi uma verdadeira sabotagem na minha vida", ponderou.

"O que acontecerá de agora em diante? Não sei. Só posso focar no que estou vivendo agora. Estes anos de silêncio e reflexão me fortaleceram e me fizeram recordar que o amor vive dentro de mim, que a verdade acalma. Hoje para mim a felicidade toma outra dimensão. Foi um processo muito intenso, angustiante e doloroso, mas também libertador. Juro que cada palavra que estão lendo nasce do amor, da purificação, da força, da aceitação e do desprendimento. Escrever estas linhas me aproxima da minha paz interior, parte vital da minha evolução", finalizou.

fonte: Revista Quem

Antes tarde do que nunca…

Dicesar diz ter sido ameaçado por fãs de Dourado

510552 Hoje pela manhã, o programa "Mais Você", da apresentadora Ana Maria Braga, recebeu o ex-BBB Dicesar, eliminado no último sábado (27/03) do Big Brother Brasil. O Bate-Bola BBB contou ainda com a participação das atrizes Betty Lago e Deborah Secco, da cantora Preta Gil, e dos ex-BBBs Diego Alemão, Priscila e Michel.

Durante o papo, Dicesar afirmou que ao sair da casa ficou assustado com a repercussão do programa. Sem dar muitos detalhes e com medo de represálias, o ex-bbb e drag queen afirmou que recebeu "11 mil ameaças" no Orkut.

"Encontrei com a minha sobrinha, elas estavam arrasadas. Entraram no Orkut delas e detonaram. Tenho 11 mil ameaças no meu Orkut da galera Dourada", contou.

Tentando amenizar e tranquilizar Dimmy, Preta Gil falou que ninguém ia tentar nada contra o ex-brother, no que ele, sempre de bom humor, brincou em sua defesa. "Delegacia da Mulher, querida".

Sobre Dourado, Dicesar disse que ele parecia ser quatro no jogo. Cada hora tinha uma personalidade e "flashes de bondade". Por isso, sua torcida é para Cadu, que ele acredita ser o verdadeiro brother, compreensivo e amigo.

Ao final, cada integrante da mesa redonda declarou seu favorito ao premio de 1 milhão e meio. Quase unanimidade, Dourado foi o escolhido. "Ele é meu candidato desde que houve a rejeição e ele foi crescendo como ser humano", disse Deborah Secco.  

"Sou Dourado desde criancinha! Foi ignorante muitas vezes, mas prezo que ela tenha tido a coragem de voltar", afirmou Alemão. Betty Lago, sem maiores explicações, confirmou seu voto no lutador. Michel e Preta Gil, disseram que não torcem para Dourado, mas acreditam que o brother leva o prêmio. "Dourado vai ganhar, então torco para o Cadu ficar em segundo lugar", disse Preta.

fonte: A Capa

Canadá: Psiquiatra que tentou "curar" gays com choques é acusado de abuso sexual

O psiquiatra que ficou conhecido pelo apelido de “Doutor Choque”, por trabalhar pela “cura” da homossexualidade através de terapia de choques elétricos, foi indiciado sob a acusação de abusar sexualmente de um paciente.

Membro da escola de Medicina da Universidade de Calgaryl, no Canadá, Aubrey Levin foi detido após o paciente, de 36 anos, apresentar à polícia um vídeo com cenas do abuso que alega ser vítima. O psiquiatra teve seu registro suspenso, mas pagou a fiança de 32 mil libras (cerca de 86 mil reais) e aguarda o julgamento em liberdade. Segundo a polícia, o médico também está sendo investigado por cerca de outras 30 denúncias de abusos de pacientes.

Psiquiatra com alto posto no governo na época do apartheid na África do Sul, ele é acusado pela Comissão da Verdade e Reconciliação do país de ter cometido “graves abusos contra os direitos humanos”, o que incluiu castração química de gays, nos 1960. Levin mudou-se para o Canadá em 1995, país no qual conseguiu manter-se longe dos holofotes da imprensa ameaçando processar aqueles que expusessem seu passado na mídia.

Durante seu trabalho na África do Sul, era membro do Partido Nacional e assumidamente defensor dos princípios da extrema-direita. A terapia de choques elétricos, através da qual ele queria “reverter” homossexuais em heterossexuais, teria sido iniciada com soldados gays em um hospital militar de Voortrekkerhoogte em 1969. Nas “sessões de cura”, os soldados eram obrigados a verem fotos de homens nus e logo em seguida eram submetidos a choques elétricos.

fonte: G Online

Dicesar revela a jornal que se interessou na casa por Uilliam

babado_bbb_dicesar_uillliam O ex-“BBB” Dicesar, que deixou a casa no último sábado (27) revelou em entrevista ao jornal O Dia, que mesmo não se envolvendo com ninguém no reality, sentiu atração pelo seu colega de confinamento Uilliam. “Confesso que o tipo de homem divertido, brincalhão, que me escutava, era o Uil. Por ser negro, ter o corpo bom, ele é bem divertido. Só não fiquei com ele e não tive sonhos porque ele é heterossexual. Se ele fosse gay, quem sabe”.

Sobre as críticas que tem sido feitas por grupos homossexuais a Marcelo Dourado, que acusa o brother de ser homofóbico, Dicesar discorda. “Ele não é tão homofóbico assim, até porque a mãe dele é uma pessoa com cabeça aberta e que frequenta boates de todos os estilos”, acredita.

Além de Dourado, outro participante do reality que não agradou a Dicesar na forma de jogar foi Eliane, que deixou o programa no domingo (28), após ser eliminada com 51% dos votos. “A Lia é grande vilã do programa. O Cadu está sendo totalmente manipulado por ela de uma forma obsessiva e negativa”, opina.

fonte: RD1 Audiência

O.J. Simpson faz sucesso com os gays na prisão

oj-simpsonQue muitos detentos tem privilégios, de naturezas diversas, todos sabemos. O ex-jogador O.J. Simpson parece estar se dando muito bem na prisão. De acordo com o tabloide sensacionalista The National Enquirer, Simpson tem recebido tratamento digno de um rei na penitenciária onde está detido, desde 2008, por múltiplas acusações que incluem assalto à mão armada.

Segundo o jornal apurou, Simpson rec ebe massagens de um grupo de transexuais conhecido como “As meninas”. Ele é bastante íntimo das moças e cuida muito bem delas. O fortão, que é adorado pelos guardas e pela maioria dos detentos, principalmente os gays, ainda pode fazer apostas em torneios esportivos. Mais oito anos de prisão esperam por O.J.

fonte: ParouTudo.com

Fernanda Young se veste de homem em revista gay

Apresentadora foi entrevistada pela revista gay “Junior”, onde falou sobre seu ensaio para a “Playboy”

Fernanda Young A apresentadora, escritora e roteirista Fernanda Young é capa da revista gay “Junior”, que chega às bancas na próxima semana.

Em fotos divulgadas ontem, Fernanda aparece de cabeça raspada e usando um bigode falso. No pescoço, ela usa um colar em formato de pênis, que faz parte de sua linha de joias, a Ayd Young.
A apresentadora foi clicada por Marcio del Nero e também deu uma entrevista para André Fischer, para quem comentou sobre seu ensaio na “Playboy”, vaidade e seu livro "O Pau".

Na TV
A Rede Globo estreia em abril a nova série "Separação", escrita por Young e o marido dela, Alexandre Machado.

O programa conta a história do casal Karin (Débora Bloch) e Agnaldo (Vladimir Brichta), que se separa mas que, por falta de dinheiro, continua vivendo debaixo do mesmo teto.

fonte: Dykerama

Sede do Parlamento britânico recebe pela 1ª vez casamento gay

british-flag O Parlamento britânico recebeu no sábado em suas instalações, pela primeira vez, um casamento entre duas pessoas do mesmo sexo.

O secretário de Estado para a Europa e América Latina, Chris Bryant, de 48 anos, se casou com Jared Cranney em uma sala da Câmara dos Comuns. A cerimônia teve a presença do chanceler britânico, David Miliband, e do presidente da Casa, John Bercow.

Até 14 de fevereiro, quando foi dada ao Palácio de Westminster, sede do Parlamento, licença para realizar este tipo de união civil, o direito valia apenas para deputados heterossexuais e suas famílias.

"É incrível como mudaram as coisas", afirmou o casal após a união, como reproduz hoje a imprensa britânica.

"Estamos encantados que todo mundo no Reino Unido possa compartilhar um privilégio que só estava ao alcance dos deputados heterossexuais", acrescentou.

No Palácio de Westminster, só uma capela do século XIII não pode ser usada para casamentos gays, proibidos em templos religiosos.

fonte: G1

Alemanha: Ministro gay será patrono do Gay Games 2010

Ministro alemão das Relações Exteriores firma compromisso com evento de esporte gay

Guido Westerwelle Guido Westerwelle, ministro das Relações Exteriores da Alemanha e gay assumido, será o patrono oficial do Gay Games 2010. O anúncio foi feito nesta quinta, 25, pelos organizadores da competição. O evento esportivo para atletas LGBT será realizado entre 31 de julho e 07 de agosto em Cologne, Alemanha.

"Estamos muito satisfeitos por termos encontrado um defensor tão proeminente. Com esse comprometimento, Guido Westerwelle envia um importante sinal por mais tolerância e aceitação de gays e lésbicas em nossa sociedade", disse Annette Wachter, executiva do Gay Games.

O evento, realizado a cada 4 anos, deve contar com a participação de 12 mil pessoas entre atletas e artistas. Quarenta e cinco mil espectadores são esperados na cerimônia de abertura.

fonte: Mix Brasil

Estados Unidos: Primeiro garoto de programa legalizado foi demitido

garotodeprogramalegaleuaDecisão foi dele e da dona do bordel

O primeiro garoto de programa reconhecido legalmente nos Estados Unidos, no Estado de Nevada, foi demitido. Conhecido como Markus, o rapaz trabalho durante dois meses, no Shady Lady Ranch, e manteve relações com 10 mulheres. A dona do bordel disse que foi uma decisão de ambas as partes. O substituto é um homem que adotou o apelido de "Y".

fonte: Toda Forma de Amor

Somente 10 clientes em 2 meses?! Fraquinho esse miche hein. Por isso foi demitido!

General da Marinha quer gays separados de héteros nos quartéis

As tropas gays ficariam isoladas das héterossexuais

James Conway O comandante da Marinha dos Estados Unidos, James Conway, disse que quer quartéis separados para as tropas gay.

"Eu não pedirira à nossa Marinha para viver com alguém que é homossexual, caso possamos evitar isso" disse Conway.

O militar não está engajado na mobilização para acabar com a proibição de gays assumidos nas Forças Armadas do país. "Meu melhor conselho militar para esta comissão (que avalia o fim a norma), seria manter a lei tal como ela é" disse ele.

Ele disse ainda que os benefícios para casais militares heterossexuais não poderiam ser estendidos para casais gays. "Casamentos entre pessoas do mesmo sexo são legais em apenas cinco estados e Washington" ressaltou.

fonte: Toda Forma de Amor

Será que o nobre comandante, tem medo que a sua tropa seja contaminada com o “vírus” da bichisse?

Fora da casa, Dicesar defende Dourado da fama de homofóbico

Dicesar-tatoo bbb Logo depois se despedir do "Big Brother Brasil", Dicesar falou com a imprensa e defendeu Dourado do rótulo de homofóbico.

"Eu sei o que eu sou, ele tem o jogo dele", disse ele de início. Quando os repórteres pediram para ele explicar melhor, Dicesar completou: "Dourado é um grande guerreiro, um grande professor. Ele não é tão homofóbico assim quanto pensam. A mãe dele tem uma cabeça aberta, vive em boates e em paradas gay".

O maquiador disse que se emocionou com o pedido de Bial no discurso da eliminação, quando o apresentador pediu que os dois se cumprimentassem: "Gostei desse lance de os dois se cumprimentando. O Bial sabe mexer com a gente, me emocionei".

Então quer dizer que a rivalidade com o Dourado ficou na casa e os dois, quem sabem, podem contruir uma amizade aqui fora?? "Podemos sim. Ele não é um bicho de sete cabeças. Eu não tive medo do Big Fone, eu lá vou ter medo de cara feia?".

fonte: Extra Online

Falsos agentes da PF aliciam gays em bares para extorquir dinheiro

27_MVB_extra_quadrilha Uma quadrilha vem tirando o sossego de homossexuais que costumam frequentar bares na área do Catete e Flamengo. Fingindo ser policiais federais, eles abordam as vítimas, aliciam-nas e depois as convidam para ir a um motel, onde começa uma série de ameaças e extorsões.

Vídeo mostra um dos bandidos em ação

O grupo vem agindo há pelo menos seis meses. Policiais da 9ª DP (Catete) conseguiram levantar o rastro dos bandidos, e já identificaram dois deles. Um, inclusive, já está com prisão preventiva pedida. Eles são do Rio Grande do Sul.

A trama geralmente acontece dentro de uma termas no Catete. A vítima é aliciada por um dos bandidos. Após um clima de paquera, ela é convidada a ir para o Hotel Caxambu, que fica na mesma rua. O primeiro a ser alvo da quadrilha foi um empresário, que mora em Copacabana.

Com vergonha, ele disse à polícia que havia sido abordado na rua. Em seu depoimento, ele admitiu que foi levado para dentro do hotel. Já no quarto, ele se surpreendeu com a chegada de outros dois homens. Usando algemas e distintivos de policiais, eles se identificaram como agentes federais. Simularam um flagrante de drogas e começaram a pedir dinheiro para não levar o empresário preso.

- Com certeza outras pessoas devem ter sido vítimas desse grupo. Mas, por vergonha de admitir que são homossexuais, não fazem o registro - afirma o delegado Carlos Augusto Nogueira Pinto, titular da 9ª DP.

Depois de simular a ligação para um falso delegado, os policiais alegaram que só o libertariam mediante o pagamento de R$ 50 mil. O empresário conseguiu reduzir o valor para R$ 20 mil. Foi exatamente no prédio da vítima, em Copacabana, que a polícia conseguiu levantar a identidade de um dos bandidos.

Gaúcho já tem prisão pedida
Moisés Levi dos Santos, nascido no Rio Grande do Sul, aparece nas imagens do circuito de TV. Primeiro, ele entra pelo hall dos elevadores. Já do lado de dentro, aparece olhando diretamente para as câmeras. Pela imagem, o empresário o identificou como sendo um dos falsos policiais que invadem o quarto do hotel. O delegado Carlos Augusto Nogueira já pediu sua prisão preventiva.

Fachada do Hotel Caxambu, que fica no Catete, onde falsos policiais usam para extorquir dinheiro de gays. (Foto: Paulo Carvalho/Extra)As vítimas afirmam que os dois supostos policiais entram no quarto e apresentam um pacote, afirmando que nele há drogas. Em seguida, eles algemam a vítima e o homem que a levou para o motel. Esse homem, que se apresenta com o nome de Humberto, é levado para dentro do banheiro. Lá, os falsos policiais começam a gritar com esse integrante do bando, como se o estivessem torturando.

Foi essa a história contada pelo psicólogo X. na 9ª DP. Ele foi aliciado em janeiro deste ano pela quadrilha.

O psicólogo contou que, na entrada do hotel, achou estranho o fato de dois homens estarem em atitude suspeita na recepção. Sem dizer nada, um deles deu a chave do quarto para o bandido que se identifica como Humberto.

Dois minutos depois, os falsos policiais entraram no quarto. O preço para a libertação foi o mesmo do caso do empresário. Como o psicólogo disse que não teria tanto dinheiro, foi obrigado a rodar de táxi até sacar uma quantia num caixa eletrônico.

Funcionários do Hotel Caxambu foram ouvidos na delegacia e negaram conhecer o esquema da quadrilha. Mesmo assim, o delegado Carlos Augusto Nogueira disse que investigará a ligação de algum deles com o bando.

fonte: Extra Online

domingo, 28 de março de 2010

BBB: Dicesar é eliminado com 58% dos votos

dicesar bbb paredao Com 58%, Dicesar deixou a casa do "Big Brother Brasil". Ele estava no paredão disputando a preferência do público com Dourado, seu maior rival no jogo.

A despedida do maquiador foi emocionante. Foram 125 milhões 413 mil e 691 votos, recorde de todas as edições do "BBB". E de uma coisa não dá para duvidar: foi o melhor discurso de Pedro Bial.

Bial disse: "Disseram que esse paredão era a final do programa já. Mas não acho. Acredito em início, fim e o meio. Depois de tamanha exposição, vocês se tornam caricaturas de vocês mesmos. Dourado compreendeu perfeitamente Dicesar e Dicesar compreendeu perfeitamente o Dourado. Dicesar disse: "sempre sonhei com um homem assim na vida, você é um bom marido, Dourado". Dourado disse: "eu imagino tudo o que o Dicesar passou por ser homossexual, por escolher ser drag queen, ele tenta sim agradar a todos porque a sociedade é preconceituosa". Hoje é o fim da guerra entre vocês. Aqui fora, vocês têm que encontrar o meio, um meio de se entender, de conviver, de dividir, de compartilhar. Quero pedir encarecidamente a vocês dois que fiquem de pé, um de frente para o outro: o cumprimento que os lutadores fazem, vencedor e vencido no final de uma luta".

Reprodução TV Globo

Os dois fizeram, e emocionaram. O apresentador continuou: "A guerra entre vocês acabou. Vem fazer o que você sempre fez aqui fora, vem lutar aqui fora Dicesar".

Di ganhou abraços na casa, inclusive de Dourado. "Família e amigos não têm preço, nada paga R$ 1,5 milhão", disse o eliminado da noite no palco, de frente para Bial.

fonte: Extra Online

sábado, 27 de março de 2010

Paredão Dicesar x Dourado coloca frente a frente preconceito e tolerância

Vote várias vezes para eliminar Dourado.

A batalha deste sábado no BBB10 coloca de um lado Dicesar, nosso amigo Drag Queen Dimmy Kier, de outro Dourado.

foradourado-mafiadourada Mais do que cada um é na verdade, a importância desta votação é o que ela representa.

Dourado é reconhecido como o estereótipo do macho bronco, homofóbico e misógino. Sua família justifica seu comportamento por um suposto ataque sofrido por travestis. Simplesmente inacreditável e nojento. Sua torcida ameaça fisicamente Dicesar.

Na noite de sexta-feira, ao ser formado o paredão, o segurança do restaurante onde estava disse que votaria em Dourado porque ele é mau caráter mas é honesto. Esse é o raciocínio de boa parte da torcida dele. Sua vitória, sem dúvida, seria um retrocesso e mostraria que vivemos em um país onde o preconceito vence.

Na manhã deste sábado o site do Grupo Arco-Íris do Rio foi hackeado e colocada a frase Fora Dicesar. Esse é o mundo de terror alardeado pela possível vitória de Dourado. Os preconceituosos mostrarem sua força.

Dicesar é o segundo brother mais popular desde o começo do programa e, apesar de ter dado passos equivocados no jogo na última semana, incorpora o discurso da tolerância e do orgulho gay.

A enquete do UOL no sábado de manhã dava um empate técnico entre Dicesar (50,7%) e Dourado (49.3%). Mas no UOL cada pessoa vota apenas uma vez, na Globo cada um pode votar infinitas vezes e geralmente isso tem favorecido o grupo de Dourado, já que seus fãs estão extremamente mobilizados.

Por isso é importante votar várias vezes.

Clique aqui e vote repetidas vezes para eliminar Dourado.

fonte: Mix Brasil

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...